quarta-feira, 10 de novembro de 2021

Morador de Governador Mangabeira é assassinado em Salvador; policia suspeita que a vítima tenha sido morta por traficantes

Moradores da Rua da Cirlândia, no bairro de São Caetano, dizem temer a falta de segurança na região, onde o dono de um bar morreu em uma tentativa de assalto na terça-feira (9).

Antônio dos Santos, de 46 anos, estava no interior do estabelecimento, que funciona na própria casa, quando dois homens tentaram roubar o bar. Ele tentou fugir e foi baleado pelos suspeitos. Ele chegou a ser socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro, mas não resistiu aos ferimentos. Testemunhas contaram à polícia que os suspeitos do crime são dois homens, que estavam em uma moto. Eles atiraram e fugiram em seguida.

O corpo dele foi liberado do Instituo Médico Legal (IML) nesta quarta-feira (10) e encaminhado para o município de Governador Mangabeira, no recôncavo baiano. Ainda não há informações sobre o sepultamento.

Os vizinhos lamentaram a morte do comerciante e disseram que ele era uma pessoa querida na comunidade. Um homem que não quis se identificar, com medo de represálias, reclamou da falta de policiamento no bairro.

Pense em um cara bom, que não atrapalhava pessoa nenhuma. Alma boa mesmo. Está todo mundo aqui na rua sentido. Perda muito grande aqui nessa rua. A violência está muito grande, viu?! Policiamento aqui, às vezes, quando passa, já acabou o perigo”, comentou.

Uma mulher, que também prefere se esconder, afirmou que frequentemente homens armados são vistos nas ruas do bairro.

Mataram o rapaz, trabalhador, direito, sem motivo nenhum. A violência aqui está de mal a pior. Os traficantes aqui estão fazendo o que bem entendem. Final de semana é eles armados, subindo e descendo, matando os pais de família, agridem as mães de família. Não vejo uma viatura passar”, disse a mulher.

O comandante da 9ª CIPM, responsável pelo policiamento no bairro, disse que a polícia tem imagens de câmeras de segurança e conta com a Polícia Civil para identificar e prender os suspeitos do crime.

“As informações que nós temos é que era uma pessoa bem quista na comunidade. Uma tentativa de assalto onde a vítima tentou se esconder e foi alvejada pelo marginal. Nós temos câmeras e imagens que serão compartilhadas com a Polícia Civil para que haja investigação devida e peça a prisão dos mesmos”, pontuou.

Segundo ele, a região requer atenção dos órgãos de segurança por causa da forte atuação de grupos criminosos.

“É uma zona de atenção. São Caetano, Capelinha, Fazenda Grande, Boa Vista, em razão de disputa de facções criminosas. Estamos tentando trabalhar com a comunidade no sentido de dar uma melhor condição de segurança pública. Claro que é um ciclo que precisa ter participação nesse processo”, declarou o major.

A morte de Antônio dos Santos e investigado na 3ª Delegacia de Homicídios.

F: G1 Bahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário