quarta-feira, 29 de dezembro de 2021

Bolsonaro é desumano e insensível com a dor dos baianos", afirma deputado Robinson Almeida

O deputado estadual Robinson Almeida (PT), vice-líder do governo do estado na Assembleia Legislativa, chamou o presidente Jair Bolsonaro (PL) de "desumano e insensível" com a dor dos baianos atingidos pela tragédia ambiental causada pelas fortes chuvas e enchentes que atingiram o sul e o extremo sul da Bahia. O parlamentar criticou as férias do presidente em Santa Catarina e disse que enquanto o governador Rui Costa interrompeu seu descanso natalino e transferiu o Governo do Estado para as regiões afetadas, Bolsonaro passeia de jet ski nas praias catarinense e deu as costas para o sofrimento dos baianos.

"Enquanto nosso governador Rui Costa, ao lado do senador Jaques Wagner, interromperam seus descansos de fim de ano e estão mobilizados no sul e extremo sul da Bahia, trabalhando incansavelmente para proteger e ajudar nossos irmãos e irmãs nesse período de sofrimento, Bolsonaro está na praia em Santa Catarina passeando de jet ski, pescando, fazendo selfie, desfilando toda sua desumanidade e insensibilidade com a dor dos baianos", criticou Almeida.
"Como na pandemia, a tragédia socioambiental que atingiu a Bahia mostra ao Brasil que a gente precisa muito mais de Rui Costa do que de Bolsonaro para governar o nosso país. Não podemos mais ter um presidente insensível, desumano com a tragédia de nosso povo sentado na Presidência da República", afirmou.

O petista também cobrou ações efetivas do Governo Federal para auxiliar a Bahia e ajudar na reconstrução das cidades prejudicadas pelas enchentes.

"Temos mais de 460 mil pessoas atingidas diretamente pelas enchentes, mais de 30 mil desabrigados, mais de 31 mil pessoas desalojadas, 116 municípios afetados. Estradas federais danificadas, com trechos bloqueados por causa dos danos às suas estruturas, e Bolsonaro não apresentou um plano de ação, nenhum projeto de recuperação, de ajuda, para o Estado da Bahia. O prejuízo dos municípios atigindos pela tragédia é estimado em mais de R$ 1 bilhão, mas Bolsonaro só acenou com R$ 80 milhões, pasmem, para o Nordeste. É um governo sem a menor sensibilidade humana, sem nenhum compromisso com a vida, sem nenhum compromisso com a Bahia e os baianos, que merece, portanto, toda nossa indignação e repúdio", enfatizou o parlamentar.

As declarações do deputado Robinson Almeida foram feitas durante a entrega de equipamentos em Feira De Santana, nesta quarta-feira (29), para fortalecer o trabalho socioeducativo da Comunidade de Atendimento Zilda Arns.

Nenhum comentário:

Postar um comentário