sexta-feira, 11 de março de 2022

Deputado Robinson Almeida culpa Bolsonaro por aumento dos combustíveis: "os russos fazem a guerra e o presidente coloca o povo brasileiro pra pagar a conta"

O deputado estadual Robinson Almeida (PT) criticou o novo reajuste no preço dos combustíveis anunciados pela Petrobrás na quinta-feira (10) e acusou o presidente Jair Bolsonaro (PL) e seus aliados pela disparada nos preços que torna a inflação real e o custo de vida no Brasil mais caro. O parlamentar petista disse que a privatização da Refinaria Landulpho Alves na Bahia, entregue ao grupo Árabe Mubadala, pelo Governo Federal, e a mudança na política de preço da Petrobrás, atrelando ao dólar e especulação internacional, deixaram o Brasil refém de interesses externos. Em Salvador, o litro gasolina chega a ser comercializado a R$ 7,39, enquanto no interior do estado há cidades que o preço do litro passa de R$ 8.

"Bolsonaro e seus aliados, inclusive aqueles camuflados da Bahia, que apoiam essa agenda econômica nefasta, são os grandes responsáveis pelo descontrole no preço dos combustíveis, por tornar a vida brasileira ainda mais cara e trazer o fantasma da fome de volta para nosso país. Bolsonaro e a turma do atraso na Bahia merecem uma banana do nosso povo
", disparou Robinson Almeida, em crítica também ao grupo político do ex-prefeito de Salvador ACM Neto.

O parlamentar disse que o Brasil, sob Bolsonaro, está à deriva, com a população sofrendo os efeitos da "ausência completa" de um governo que tenha compromisso com o país e a soberania nacional.

"Bolsonaro não protegeu o Brasil na pandemia, nem na guerra. Na crise sanitária o país perdeu mais de 650 mil vidas e agora temos o total descontrole da inflação, deixando tudo caro no país, penalizando a classe média e mais ainda os mais pobre. É um governo perverso, insensível, que não tem compromisso com nosso povo e joga contra o Brasil", enfatizou.

"Isso tudo graças a agenda econômica de Bolsonaro, apoiada pela turma do atraso na Bahia, que privatizou a refinaria Landulpho Alves e mudou a política de preço da Petrobrás, deixando nosso país refém de interesses externos e da ganância dos investidores internacionais. É preciso dar um basta no desgoverno e o povo dar uma banana para os aliados de Bolsonaro, que apoiam essa agenda nefasta em Brasília mas se escondem, na Bahia, desse projeto nacional entreguista e maldoso com nosso povo", concluiu o petista.

Um comentário:

  1. A culpa é do Lula que colocou uma lei no governo dele onde a gasolina irá sobre de preço quando o dólar subesse de valor juntos com todos os políticos do PT e os ligados ao PT.

    ResponderExcluir