loading...

quinta-feira, 24 de setembro de 2020

Memorial Irmã Dulce será inaugurado neste domingo, em Castro Alves

A Capela e Memorial Santa Dulce dos Pobres foi construída em Castro Alves pelo empresário Ivan Leão para homenagear a primeira Santa brasileira, Irmã Dulce. O local será inaugurado no próximo domingo (27), às 10 horas, com a celebração de uma missa pelo Bispo Dom Valdemir Ferreira dos Santos. Financiador de toda a obra, Ivan, que é devoto de Irmã Dulce e empresário castroalvense, foi o doador do antigo túmulo onde o corpo da beata ficou por 10 anos, no santuário em Salvador.

Para respeitar o distanciamento social necessário, a inauguração será aberta apenas para 80 convidados. Outras 80 pessoas poderão assistir a missa de um telão, na área externa, e a população poderá acompanhar a inauguração da capela e memorial através de uma transmissão ao vivo, nas redes sociais”, afirmou o Padre Ângelo Vieira. Em seguida, outras missas serão celebradas com a presença da população, que deverá fazer uma inscrição prévia através do telefone (75) 983110649.

O túmulo da santa, que foi transferido para Castro Alves, ficará exposto para visitação, bem como uma relíquia de 1º grau, com fragmentos de sua costela. Além disso, painéis serão expostos contando a trajetória de Irmã Dulce desde a infância até a sua morte. Canonizada em 13 de outubro de 2019, Santa Dulce dos Pobres teve dois milagres reconhecidos pelo Vaticano e se tornou santa. O Anjo Bom da Bahia, como também era conhecida, prestou importantes trabalhos sociais, com toda vida dedicada aos mais pobres, enfermos e órfãos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário