quarta-feira, 16 de junho de 2021

Maníaco da Bahia toca terror em Brasília com crimes macabros

O baiano Lázaro Souza, apontado como o "maníaco de Brasília", após ter matado quatro pessoas de uma mesma família no Distrito Federal, e já ter sido capturado após um duplo homicídio em Barra do Mendes, chegou a ser preso pelo crime no interior da Bahia, mas fugiu do Complexo Policial de Irecê que não tem uma infraestrutura de segurança como uma penitenciária e é destinado apenas para presos provisórios.

Ao Bahia Notícias, o Ministério Público da Bahia (MP-BA) informou que Lázaro havia sido denunciado no dia 11 de dezembro de 2008, por duplo homicídio doloso qualificado contra as vítimas José Carlos Benício de Oliveira e Manoel Desidério Silva. Conforme a denúncia, os crimes ocorreram no dia 17 de novembro de 2008 em Barra do Mendes, no Povoado de Melancia II, por volta das 3h da madrugada.

Ainda de acordo com o MP-BA, desde o cometimento do primeiro crime, diversos mandados de recaptura foram expedidos pela justiça. "Lázaro fugiu em 2009 do Complexo Policial de Irecê, foi recapturado em 2010 em Goiás, de onde fugiu da cadeia da Delegacia da cidade de Águas Lindas em julho de 2018, antes de as autoridades cumprirem a determinação judicial de transferência do preso para a Bahia", revelou o MP-BA. Mesmo procurado por cerca de 200 agentes policiais, o homem ainda não foi detido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário