segunda-feira, 27 de dezembro de 2021

Governador Mangabeira e mais 46 municípios tem situação de emergência decretado pelo Estado

Mais 47 cidades foram inclusas em situação de emergência na Bahia. O número aumentou neste domingo, 26, quando o governador do estado, Rui Costa (PT) assinou um novo decreto. Fortes chuvas atingem a Bahia desde o início de dezembro, fazendo com que a a população e as cidades sofram com o desastre. A lista, que aumenta com rapidez, tinha até ontem 25 cidades. Agora, já são 72 cidades na mesma condição. A chuva torrencial que caiu neste sábado de Natal na região do Recôncavo deixou a cidade de Governador Mangabeira submersa e castigou as cidades de Conceição do Almeida, Cachoeira, Muritiba e São Félix.

Confira a lista dos municípios adicionados:
Anagé
Angical
Arataca
Aurelino Leal
Barra do Choça
Belo Campo
Brejolândia
Caatiba
Caetanos
Camacan
Canavieiras
Coaraci
Cotegipe
Dário Meira
Firmino Alves
Floresta Azul
Gandu
Governador Mangabeira
Ibicaraí, Ibipeba
Igrapiúna
Iguaí
Ipiaú
Itabuna
Itaju do Colônia
Itapé
Itapetinga
Itapitanga
Itaquara
Itororó
Jequié
Jussiape
Lafaiete Coutinho
Manoel Vitorino
Marcionílio Souza
Milagres
Pau Brasil
Poções
Santanópolis
Santa Inês
Sapeaçu
Ubaíra
Ubatã
Uruçuca
Valença
Vitória da Conquista
Wanderley

Confira as cidades que já estavam em situação de emergência:
Alcobaça
Belmonte
Caravelas
Eunápolis
Encruzilhada
Guaratinga
Ibicuí
Ibirapuã
Ilhéus
Itabela
Itagimirim
Itamaraju
Itanhém
Itapebi
Jucuruçu
Lajedão
Macarani
Medeiros Neto
Mucuri
Nova Viçosa
Porto Seguro
Prado
Santa Cruz Cabrália
Teixeira de Freitas
Vereda

O decreto será publicado no Diário Oficial do Estado da Bahia ainda hoje, de forma digital, ele tem validade de 90 dias. A publicação faz com que seja possível uma mobilização de qualquer órgão estadual em apoio ao desastre além da reabilitação do cenário.

A adição de cidades aumenta também a estrutura de apoio aos atingidos. Sendo assim, além de Ilhéus, Itapetinga, Vitória da Conquista, Ipiaú e Santa Inês têm postos avançados auxiliar e facilitar o trabalho dos bombeiros. Em Itamaraju funciona o gabinete avançado do Estado, que fornece assistência aos municípios do extremo sul.

Atém o momento, já são 21 o número de mortos em decorrência do estrago.

Nenhum comentário:

Postar um comentário