quarta-feira, 9 de fevereiro de 2022

Geddel Vieira Lima cumprirá pena em liberdade condicional

O ex-ministro e ex-deputado federal, Geddel Vieira Lima (MDB-BA), poderá responder em liberdade condicional pelo caso do “bunker da propina”, um apartamento em que foram encontrados R$ 51 milhões em espécie.
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin também concedeu progressão de pena e dedução de 681 dias na sentença do político, que foi condenado a 13 anos e quatro meses. O magistrado reconheceu o argumento da defesa sobre a participação de Geddel em cursos de capacitação profissional e aprovação no Enem.

“O requisito temporal objetivo foi atingido independentemente de resgate de pena postulado; o requerente é primário, possui bons antecedentes; e não praticou qualquer falta disciplinar grave, estando atestada nos autos a sua boa conduta carcerária; o ora peticionário possui proposta de trabalho, cuja renda auferida lhe permitirá prover sua subsistência”, escreveu o ministro.

F: Correio Braziliense

Nenhum comentário:

Postar um comentário