terça-feira, 7 de junho de 2022

Postos de combustíveis de Sapeaçu são alvo de fiscalização da ANP

Cerca de 280 pontos de venda, distribuição ou armazenamento de combustíveis e gás de cozinha foram vistoriados e fiscalizados pela ANP, Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis.

As ações aconteceram em 11 estados e no Distrito Federal. Pelo menos 30 estabelecimentos foram autuados e seis interditados. As operações aconteceram entre os dias 30 de maio e 2 de junho.

Foram verificados os padrões de qualidade dos combustíveis, o fornecimento do volume indicado pelas bombas nos postos e conferência de equipamentos e da documentação dos locais.

Em São Paulo, por exemplo, foram 99 pontos fiscalizados, 10 autuações e, pelo menos, quatro interdições. Na capital paulista, um posto de combustíveis foi autuado e interditado por vender gasolina comum fora das especificações, falta de informações do etanol comercializado e outras infrações.

No estado da Bahia foram cinco autuações e dois postos com interdições nas bombas. Na cidade de Sapeaçu, dois bicos e dois tanques foram lacrados por comercialização de diesel S10 com teor de biodiesel abaixo do obrigatório.

Um posto no Núcleo Bandeirante, no Distrito Federal, foi autuado por não possuir os equipamentos necessários de análise de quantidade dos combustíveis. Essa informação pode ser solicitada pelos consumidores.

Para intensificar a ação de combate a irregularidades, a ANP recebeu o apoio técnico de outros órgãos, como o Procon em Mato Grosso, o Ibama no Amazonas, Polícia Civil em Santa Catarina, entre outros.

Os locais autuados estão sujeitos a pagamento de multa que varia entre R$ 5 mil e R$ 5 milhões. Os consumidores podem denunciar irregularidades de forma gratuita à ANP, pelo número 0800 970 0267.


F: Rádio Agência Nacional

Nenhum comentário:

Postar um comentário