Assista aqui a TV Jovem Pan ao Vivo

terça-feira, 24 de março de 2020

Municípios baianos cancelam festejos juninos

O crescimento do número de casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19) na Bahia fez com que prefeitos de mais duas cidades baianas determinassem o cancelamento da realização dos festejos juninos. Desta vez, Alagoinhas, situada a cerca de 100 quilômetros de Salvador, e Macaúbas, na região sudoeste do estado.

Na semana passada os municípios de Conceição do Almeida e Vitória da Conquista já haviam anunciado a suspensão do evento. O prefeito de Macaúbas, Amélio Júnior, explicou que o foco no momento é proteger a cidade contra a doença. O gestor chamou de “irresponsabilidade”, a possível decisão de qualquer município manter a festa. 

“A gente ainda não sabe a dimensão dessa crise. Levando em consideração que já estamos no final do mês de março e a projeção é de que abril e maio vai ser o pico, acho que é impossível qualquer município realizar o São João. Seria muita irresponsabilidade de qualquer gestor pensar em festejo num momento como esse. O foco agora é tentar coibir e blindar um pouco o município desse vírus”.

Já a prefeitura de Alagoinhas informou através de nota que o prefeito Joaquim Neto vai destinar todos os recursos dos festejos para ações de enfrentamento ao coronavírus. “A medida fortalecerá a capacidade e a qualidade de atendimento da rede municipal de saúde e soma-se às ações já adotadas no município, que segue sem casos confirmados até o momento”, diz a nota.

Nesta última segunda-feira (23), o presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), Eures Ribeiro, disse que a tendência é que haja um cancelamento da festa de forma generalizada em todo o estado. 

“Começaremos a discussão sobre o São João ainda hoje. Ontem conversei com os prefeitos sobre a questão do Fundão Eleitoral para ser utilizado no combate ao Coronavírus, já que não se tem recursos. Então não adianta a gente alegar que não tem dinheiro e manter as festas de São João e São Pedro, então por conta disso, o caminho é fazermos o cancelamento”, explicou.

F: BNews

Nenhum comentário:

Postar um comentário