loading...

sábado, 3 de outubro de 2020

Genival, um empresário no jogo político em Santo Antônio. No primeiro round apanhou

Genival Deolino Sousa, 66 anos, nascido em Taperoá, no baixo sul, começou a vida como ambulante em Santo Antônio de Jesus, e hoje é um muito bem sucedido empresário, como tal amplamente respeitado, ex-presidente da forte Associação Comercial local. Este ano ele entrou jogo político, e logo no primeiro round apanhou feio.


Santo Antônio tem sete candidatos a prefeito, entre eles o prefeito Rogério Andrade (PSD), que tenta a reeleição. Genival emergiu em cena como o cara para derrubar Rógério. ACM Neto operou para o ex-prefeito Humberto Leite desistir e apoiá-lo. Mas no começo do jogo, pecou por ser cristão novo.

Bens
Genival tem um problema de dicção. Dizem que, falando, ele ‘é um chato’. O marketing já arranjou para ele uma vacina: ‘Eu não sou locutor, sou empreendedor’.

Segunda (28), no primeiro debate, promovido pelo Blog do Valente, Rogério questionou os valores da declaração de bens dele: um prédio comercial no centro de Santo Antônio no valor de R$ 13 mil e uma casa em Aruá, na beira da praia, na ilha de Itaparica, por R$ 50 mil, ‘uma mansão por R$ 50 mil’.

Claro que os valores dos bens declarados quase sempre são irreais. Acha-se, por exemplo, muito apartamento na Pituba, em Salvador, por R$ 170 mil, algo surreal. E o próprio Rogério dias atrás foi atacado porque estudava em Minas enquanto trabalhava na Assembleia. Como Genival é cristão novo nisso, sofre. Terça (6) a rádio Andaiá FM fará novo debate. É o 2º round. É uma nova chance, de aprender.

Por: Levi Vasconcelos-Jornalista

Nenhum comentário:

Postar um comentário