segunda-feira, 6 de dezembro de 2021

CRUZ DAS ALMAS: Agricultores familiares participam de encontro para celebrar parceria com a Seama

Em comemoração pelo Dia Nacional da Extensão Rural, celebrado neste dia 06 de dezembro, a Prefeitura de Cruz das Almas, por meio da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente (Seama), promoveu um café da manhã para as associações rurais. Representantes de dezenas de comunidades participaram do encontro de confraternização.

Para dar assistência aos agricultores familiares do Município, a Seama conta com ações como o Programa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Proater) e o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que incentiva a produção e estimula o ciclo de comercialização local. “Essa parceria é muito importante. Vamos apoiar ainda mais e melhorar o atendimento aos nossos agricultores, com carinho, respeito e atenção”, afirmou o prefeito Ednaldo Ribeiro.

A Seama implantou ainda o SEAMATER, que é um balcão de atendimento para os produtores rurais. O serviço acontece quinzenalmente na feira municipal, onde os técnicos de Atendimento e Extensão Rural (ATER) levam ensinamentos e conhecimentos fundamentais para os agricultores familiares.
O trabalho da ATER é fundamental para conhecer as reais demandas dos agricultores, permitindo a junção de saberes dos agricultores com os extensionistas. “O trabalho realizado pela equipe da Seama contribui com o desenvolvimento da produção local. Nossos profissionais mantêm um elo de ligação com as associações e promovem geração de renda para as comunidades”, explica o secretário interino de Agricultura e Meio Ambiente, Márcio Rebouças.

Neste ano, o trabalho da Seama levou assistência técnica e mais de mil horas de mecanização agrícola para os produtores rurais. Também foram entregues 1.700 quilos de sementes de feijão e de milho aos agricultores. Além disso, a Prefeitura realiza manutenção e melhoria das estradas da zona rural constantemente.

Para o agricultor Manoel, presidente da Associação da Tereza Ribeiro, a assistência técnica ajuda no desenvolvimento do campo. “Nós precisamos dessa extensão rural porque leva conhecimento para a gente. Na maioria das vezes não temos a quem vender o que a gente planta, então os técnicos nos orientam como fazer o escoamento da produção”, destacou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário